CARPE DIEN

domingo, 27 de março de 2016

1a SÉRIES TEXTO DE APOIO - SENSORIAMENTO REMOTO - PESQUISAR DURANTE O EXERCÍCIO

1a SÉRIES 


           TEXTO DE APOIO 

    SENSORIAMENTO REMOTO


É PARA TER NO CADERNO PARA PESQUISAR DURANTE O EXERCÍCIO


A DEMOCRATIZAÇÃO DAS INFORMAÇÕES

Sensoriamento remoto ou detecção remota ou ainda teledetecção é o conjunto de técnicas que possibilita a obtenção de informações sobre alvos na superfície terrestre (objetos, áreas, fenômenos), através do registro da interação da radiação eletromagnética com a superfície, realizado por sensores distantes, ou remotos. Geralmente estes sensores estão presentes em plataformas orbitais ou satélites, aviões e a nível de campo. A NASA é uma das maiores captadoras de imagens recebidas por seus satélites. No Brasil, o principal órgão que atua nesta área é o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE.

A Democratização do Conhecimento é uma questão que discute a ampliação do acesso tanto à recepção quanto à emissão de conhecimento, a sua democratização e do conhecimento. A formação de leitores e a inserção cultural das populações nos mais diversos assuntos, pretendem assim disponibilizar as novas tecnologias de informação e comunicação às comunidades e promover o processo de inclusão digital das populações, visando o alcance de seus objetivos.


IMAGEM 01

1) A imagem 01 DESDE UM SATELITE mostra todos os continentes, toda a superfície da Terra que é como uma esfera a noite. Você acha que isto é possível sem criar uma montagem fotográfica, sem usar uma escala de redução? Justifique sua resposta.

2) É possível que uma única imagem de satélite represente toda a Terra à noite? Justifique sua resposta.

3) Se você acha que esta imagem é uma montagem, será que pode abrir possibilidades para equívocos ou distorções intencionais? Justifique sua resposta.

4) Entre um mapa e uma imagem qual delas é que melhor expressa a realidade? Justifique sua resposta.

COMPARE a foto de satélite 01 - pagina 29 do caderno do aluno com o mapa 02 da página 07 do caderno do aluno
 “Evolução das Grandes Aglomerações” e responda:

1)-Há alguma relação entre as zonas de maior iluminação com as de maior aglomeração?

2)-Compare as áreas de maior e menor iluminação dos Estados Unidos com áreas do território da China. São iguais? Quais diferenças?

3)-Observe as áreas mais iluminadas da foto e compare com as mesmas áreas do mapa e fça uma síntese relatando o que a foto acrescentou de conhecimentos para você em relação ao mapa e vice versa.

IMAGEM 02


Evolução das Grandes Aglomerações, 1975 - 20034)

04.Qual das duas imagens acima, foto ou mapa, expressam melhor a realidade. Justifique sua resposta.

TEXTO PARA RESPONDER AS QUESTÕES A SEGUIR


Sensoriamento remoto

Remoto é o mesmo que dizer distante, o sensoriamento remoto é um conjunto de técnicas para observar e coletar informações da superfície terrestre, obter informações à distância, seja da terra e até de outros astros. A capitação das imagens ou informações é feita através de um sensor que interage com os objetos através da radiação eletromagnética, este é um dos tipos que existem.As fotografias aéreas obtidas com o sensoriamento remoto geralmente são utilizadas para produzir mapas, por exemplo, e são obtidas a nível suborbital. As imagens conseguidas a nível orbital, com sensores instalados em satélites artificiais, um deles o Landsat, tem uma série de utilidades, como as meteorológicas, localizar recursos naturais, queimadas, desmatamentos, entre outros. Além de aeronaves e os satélites, balões também são usados no sensoriamento remoto.O sensoriamento a nível orbital permite o monitoramento de grandes áreas da superfície terrestres, obtendo imagens repetidas e contínuas, por tempo indeterminado, em determinados períodos dos anos, em anos predeterminados ou ao longo dos anos enquanto durar o satélite, facilitando o estudo de forma dinâmica e nas escalas que forem necessárias, sejam continentais ou mesmo de um quarteirão ou de uma casa.O sensoriamento remoto é intensamente utilizado, além do desenvolvimento de mapas cada vez mais precisos, permite imagens e estudos sobre áreas de minérios, bacias hidrográficas, ares agrícolas, planejar uma urbanização, além de monitorar desastres naturais ou provocados, como desmatamentos, queimadas, enchentes, poluição de rios e mares, erosões, deslizamentos, a dinâmica das correntes marinhas, cardumes de peixes, planejar construção de rodovias, linhas de fibra ótica, identificar e fazer estimativas de ares agrícolas plantadas para fins de gerenciamento de créditos agrícolas, identificar as áreas de preservação e avaliação do uso do solo, na implantação de polos turísticos, Industriais, rodovias, ferrovias, reservatórios e avaliar os impactos destes no meio ambiente, além de uma melhor representação da superfície terrestre.Todos os dados obtidos num sensoriamento remoto podem ser usados para o planejamento regional, pois os dados obtidos no sensoriamento remoto ao serem cruzados com dados socioeconômicos dão uma maior confiabilidade às necessidades levantadas para um município ou determinada área ambiental que seja vulnerável.



Leia o texto e responda:

1) Como funciona um sensor remoto para obtenção de imagens de satélite?


2) Quais os principais usos do sensoriamento remoto?


3) Você acha que ele é essencial para a dinâmica das sociedades e da natureza? Justifique sua resposta.

Para o sensoriamento remoto são utilizados os satélites geoestacionários e os orbitais.

O Satélite Geoestacionário tem uma órbita equatorial e sua movimentação é numa velocidade coincidente com a da terra, para poder captar imagens de um mesmo espaço em curtos intervalos de tempo, visando fornecer dados contínuos de forma que se possa monitorar a dinâmica daquela área, como a evolução de terminados eventos naquele território.

O Satélite Orbital, tem órbita em torno da Terra, circulando em volta várias vezes ao dia. Capta imagens de diversos lugares da superfície da Terra e registra-as com detalhes, produzindo imagens mais detalhadas de toda a superfície terrestre.

RESPONDA:
1) O que é um Sensor Remoto?

2) Em qual dos dois satélites é possível acompanhar em um pequeno período de tempo a evolução dos fenômenos fotografados? Por quê?

3) Qual dos dois satélites se pode obter imagens mais amplas da superfície da Terra? Por quê?

4) A Imagem 4 abaixo está mostrando que área do globo terrestre?

5) Que fenômeno da natureza ficou registrado na imagem 4?

6) Para que serve retratar regularmente este fenômeno na imagem 4?

7) Esta imagem 4 é de um Satélite Geoestacionário, em que posição em relação a Terra se encontrava o satélite que possibilitou tirar essa foto?  


    
IMAGEM 4                      IMAGEM 5

8) Analisando as imagens nº 4 e 

nº 

5 responda: qual o tema destas imagens?


9) Qual fenômeno está sendo monitorado em cada uma delas?

10) Qual a importância têm para as pessoas destas regiões o monitoramento retratado na foto nº 4? E na nº 5?

11) Satélites 0rbitais ou geoestacionários são ideais para monitorar os fenômenos das fotos nºs 4 e 5?

A Democratização da Informação

Na grande rede que transformou o mundo, o conhecimento circula cada vez mais rápido, o fluxo de informações é cada vez maior, mais preciso e de maior confiabilidade. O computador primeiramente, deu um grande impulso para a coleta e difusão da informação, depois esta nova ferramenta chamada internet veio para acelerar e ampliar este processo. Como tudo em nossas vidas, a informação também precisa ser selecionada, aproveitar o que é bom, descartar o que não tem utilidade ou que seja duvidoso. As bibliotecas virtuais, cada vez mais acessíveis são ótimas fontes de conhecimentos que aos poucos vão se popularizando e delas, professores, alunos, profissionais de todas as áreas podem fazer uso, por outro lado, os fenômenos naturais ou as manifestações humanas de um determinado local da Terra podem ser observados, detectado, ou informado praticamente instantaneamente em qualquer lugar do globo. A rapidez com que estas informações circulam, dão possibilidades de prevenção, combate, socorro, propiciam ações rápidas das autoridades, dos políticos, para intervenções precisas, ou mesmo para o planejamento delas de uma forma mais efetiva. Quando a internet for popularizada, como é a televisão e o rádio, o mundo será ainda mais globalizado, interativo e a informação, seja qual for está disponível a todos de uma forma mais democrática, dependerá apenas de cada um selecionar o melhor para si.



3a SÉRIES TEXTO DE APOIO - AS REGIÕES DA ONU - PESQUISAR DURANTE O EXERCÍCIO

3a SÉRIES




É PARA TER NO CADERNO PARA PESQUISAR DURANTE O EXERCÍCIO



 TEXTO DE APOIO


 AS REGIÕES DA ONU


As principais formas de divisão e agrupamento dos países do mundo com base na mensuração ou indicação do nível de desenvolvimento. Extrair informações e elaborar texto sobre a realidade mundial; compreender os principais critérios de regionalização do espaço mundial.“ A ONU não foi criada para levar ninguém ao céu, mas sim para nos livrar do inferno”. Dag Hammarskjold, disse o 2º secretário-geral da ONU. A credibilidade da ONU depende de sua eficácia.
Vamos mostrar, analisar, discutir e explicar a Organização das Nações Unidas (ONU).
Analisaremos sua eficácia através de sua estrutura, seu funcionamento e seus princípios.
OBJETIVOS: A Organização das Nações Unidas é uma instituição internacional formada por 192 Estados soberanos, fundada após a 2ª Guerra Mundial para manter a paz e a segurança no mundo, fomentar relações cordiais entre as nações, promover progresso social, melhores padrões de vida e direitos humanos.
As Nações Unidas são constituídas por seis órgãos principais: a Assembleia Geral, o Conselho de Segurança, o Conselho Econômico e Social, o Conselho de Tutela, o Tribunal Internacional de Justiça e o Secretariado. Todos eles estão situados na sede da ONU, em Nova York, com exceção do Tribunal, que fica em Haia, na Holanda. Ligados à ONU há organismos especializados que trabalham em áreas tão diversas como saúde, agricultura, aviação civil, meteorologia e trabalho – por exemplo: OMS (Organização Mundial da Saúde), OIT (Organização Internacional do Trabalho), Banco Mundial e FMI (Fundo Monetário Internacional).Manter a paz e a segurança internacionais; Desenvolver relações de amizade entre as nações baseadas no respeito do princípio de igualdade de direitos e da autodeterminação dos povos; Realizar a cooperação internacional, resolvendo os problemas internacionais de caráter econômico, social, cultural e humanitário de forma a promover e a estipular os respeito pelos homens e pelas liberdades fundamentais para todos, independentemente da raça, sexo, língua ou religião; Ser um centro destinado a harmonizar a ação das nações para a consecução dos objetivo comuns. 7. Baseia-se no princípio da igualdade soberana de todos os seus membros; A fim de assegurarem os direitos e vantagens da sua qualidade de membros, deverão cumprir de boa-fé as obrigações por eles assumidas em conformidade com a Carta; Os membros deverão resolver as suas controvérsias internacionais por meios pacíficos, de forma a manter a paz e a segurança; Deverão abster-se nas suas relações internacionais de recorrer à ameaça e ao uso da força, fora do quadro da Carta; Os membros deverão dar a assistência que lhes for solicitada em qualquer ação que ela empreender em conformidade com a Carta e absterem-se de prestar assistência a qualquer Estado contra o qual tais ações sejam empreendidas. Pagarem as suas contribuições, nos termos fixados pela Assembleia Geral (art.19); Aceitarem as decisões do Conselho de Segurança e aplicá-las nos termos da Carta (art.25); Conceder ao Conselho de Segurança, a pedido deste e em conformidade com um acordo ou acordo especiais, forças armadas, assistência e facilidades, incluindo direito de passagem, de forma a manter a paz e a segurança internacionais (art.43); Conceder à Organização, nos respectivos territórios, os privilégios e imunidades necessárias à realização dos seus objetivo (art.105).
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é um indicador idealizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), da Organização das Nações Unidas, (ONU). Publicado pela primeira vez em 1990, foi criado nesse ano por Mahbub ul Haq e Amartya Sen, o índice é calculado anualmente e pode ser definido como uma medida geral, sintética, do desenvolvimento humano.DEFINIÇÕES: Produto Interno Bruto (PIB): expressão monetária referente à soma de todos os bens e serviços produzidos durante o ano nos limites territoriais de um país, independentemente da origem dos recursos utilizados. Rendimento Nacional Bruto (RNB): expressão monetária dos bens e serviços produzidos por fatores de produção nacionais, independentemente do território econômico. Ò Renda per capita (por cabeça): corresponde ao resultado da divisão da renda total pela população do país (pode ser medida em PIB per capita ou em RNB per capita).
A função das representações é acompanhar de perto a agenda da ONU, ter informações mais específicas sobre os trabalhos e ampliar a participação do país no sistema. As despesas são inteiramente custeadas pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil. É um dos primeiros pais a se pronunciar no Debate Geral da Assembleia. Tradição iniciada logo em 1945, o primeiro foi Oswaldo Aranha, na época ministro das Relações Exteriores do Brasil. O Brasil e a ONU. Os presidentes do Brasil, discursam na ONU.A eficácia da ONU pode ser útil em muitas situações, mas perante a guerra, continuará no imediato submetida à vontade dos estados hegemônicos. A ONU nunca conseguirá sozinha assegurar a paz, impedir a agressão, impor a justiça. Mesmo com suas limitações, a Organização ainda representa os mais elevados desejos coletivos e continuará a ser o melhor caminho para que todos os países possam fazer ouvir a sua voz internacionalmente. A ONU funciona como uma organização onde é possível se reafirmar como potência, de acordo sua influência mundial.

2a SÉRIES TEXTO DE APOIO - GÊNESE DAS FRONTEIRAS BRASILEIRAS - PESQUISAR DURANTE O EXERCÍCIO

2a SÉRIES - SITUAÇÃO DE APRENSIZAGEM 2

É PARA TER NO CADERNO PARA PESQUISAR DURANTE O EXERCÍCIO

TEXTO DE APOIO 


GÊNESE DAS FRONTEIRAS BRASILEIRAS




Tratados Importantes para o território brasileiro como:

Tratado Tordesilhas – 1494 anulando a Bula Alexandrina, estabeleceu a divisão do globo terrestre em dois hemisférios por um meridiano localizado 370 (Trezentos e Setenta) léguas a Oeste das ilhas de Cabo Verde. Tratado de Madrid – 1750: Também entre Portugal e a Espanha, estabeleceu os limites entre as colônias dos dois, na América do Sul, respeitando a ocupação realmente exercida nos territórios e abandonando inteiramente a "linha de Tordesilhas". (A Colônia de Sacramento passaria para o domínio da Espanha). Com esse Tratado o Brasil ganhou já um perfil próximo ao de que dispõe hoje. Tratado Santo Ildefonso – 1777: Ainda entre Portugal e Espanha. Seguiu em linhas gerais os limites estabelecidos pelo Tratado de Madri, embora com prejuízo para Portugal no extremo sul do Brasil. Define que a Espanha ficaria com a Colónia de Sacramento e a região dos Sete Povos das Missões, mas devolveria à Coroa Portuguesa as terras dos atuais Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. As chamadas Questões Platinas foram intervenções por parte do Império do Brasil nos países vizinhos a fim de controlar possíveis invasões em seu território e assegurar a hegemonia brasileira na América do Sul. Foram elas: Guerra da Cisplatina ou campanha da Cisplatina (1825-1828) foi um conflito ocorrido entre o Império do Brasil e a Províncias Unidas do Rio da Prata, no período de 1825 a 1828, pela posse da Província Cisplatina, a região da atual República Oriental do Uruguai. A Guerra do Prata ou Guerra Contra Oribe e Rosas (1851- 1852), foi um episódio numa longa disputa entre Argentina e Brasil pela influência no Uruguai e hegemonia na região do Rio da Prata. A guerra foi travada no Uruguai, Rio da Prata e nordeste argentino de agosto de 1851 a fevereiro de 1852, entre as forças da Confederação Argentina e as forças da aliança formada pelo Império do Brasil, Uruguai e províncias rebeldes argentinas de Entre Rios e Corrientes. Guerra do Uruguai ou Guerra contra Aguirre (1864), na História das Relações Internacionais do Brasil. O conflito se inscreveu na defesa dos interesses do Império do Brasil naquela região, diante do rompimento das relações diplomáticas entre a Argentina e o Uruguai, naquele ano. Guerra do Paraguai ou Guerra da Tríplice Aliança (1864- 1870) foi o maior conflito armado internacional ocorrido na América do Sul. Foi travada entre o Paraguai e a Tríplice Aliança, composta por Brasil, Argentina e Uruguai. A guerra estendeu-se de dezembro de 1864 a março de 1870. É também chamada Guerra da Tríplice Aliança, na Argentina e Uruguai, e de Guerra Grande, no Paraguai.  O povoamento da região do Acre (1899-1903), no contexto do Ciclo da Borracha, foi feito por seringueiros com o apoio de seringalistas do Amazonas. O governo da Bolívia determinou a ocupação da região, levando à proclamação do Estado Independente do Acre pela população brasileira (1899), também com o apoio de seringalistas amazonenses. O processo foi liderado pelo jornalista espanhol Luis Gálvez Rodríguez de Arias, e o regime instaurado uma república, com capital em Puerto Alonso, atual Porto Acre. A questão agravou-se em 1901 com o arrendamento da região a um consórcio estadunidense: o "Bolivian Syndicate", com amplos poderes. O brasileiro José Plácido de Castro liderou uma nova reação, registrando-se choques armados que culminaram com a derrota das forças bolivianas (1902). Em função dos mesmos, tropas do Exército brasileiro concentraram-se em Corumbá. Na iminência de um conflito armado internacional, o Chanceler brasileiro, barão do Rio Branco, iniciou negociações com a Bolívia, tendo previamente indenizado a Companhia estadunidense em 110 mil libras esterlinas pelo abandono de suas pretensões. Tratado de Petrópolis (17 de novembro de 1903) encerrou a questão: mediante a retificação de pequenos trechos da linha de fronteira, o Brasil ficava com a região, mediante o pagamento de dois milhões de libras esterlinas e da construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. O Tratado do Rio de Janeiro, assinado em 8 de setembro de 1909, estabeleceu as fronteiras atuais do estado do Acre. O Tratado foi firmado entre a República dos Estados Unidos do Brasil e a República do Peru. Pelo Tratado foi reduzido em 40 000 km² o território do Acre estabelecido no Tratado de Petrópolis, que se estendia até as cabeceiras do rio Purus. A importância do Barão do Rio Branco nas delimitações das fronteiras brasileiras sua maior contribuição ao país foi a consolidação das fronteiras brasileiras, em especial por meio de processos de arbitramento ou de negociações bilaterais, dos quais se destacam três questões de fronteiras: Amapá obteve uma vitória sobre a França sobre a fronteira do Amapá com a Guiana Francesa, causa ganha pelo Brasil em 1900 em uma arbitragem do governo suíço. A fronteira foi definida no rio Oiapoque. Palmas Em 1895, havia já conseguido assegurar para o Brasil boa parte do território dos estados de Santa Catarina e Paraná, em litígio contra a Argentina no que ficou conhecido como a questão de Palmas. Essa primeira arbitragem foi decidida pelo presidente norte-americano Grover Cleveland, e teve como opositor pelo lado da Argentina Estanislau Zeballos, que mais tarde se tornou ministro do exterior argentino e durante muito tempo acusou Rio Branco de perseguir uma política imperialista. Acre Foi o prestígio obtido nesses dois casos que fez com que Rodrigues Alves escolhesse Paranhos para o posto máximo da diplomacia em 1902, quando o Brasil estava justamente envolvido em uma questão de fronteiras, desta vez com a Bolívia. Esta tentava arrendar uma parte do seu território a um consórcio empresarial anglo-americano. A terra não era reclamada pelo Brasil, mas era ocupada quase que integralmente por colonos brasileiros, que liderados por Plácido de Castro resistiam às tentativas bolivianas de expulsá-los, episódio que ficou conhecido como "Revolução Acreana". Em 1903, assinou com a Bolívia o tratado de Petrópolis, pondo fim ao conflito dos dois países em relação ao território do Acre, que passou a pertencer ao Brasil mediante compensação econômica e pequenas concessões territoriais. Esta é a mais conhecida obra diplomática de Rio Branco, cujo nome foi dado à capital daquele território (hoje estado).

MENSAGEM DE PÁSCOA PARA TODOS MEUS QUERIDOS

segunda-feira, 21 de março de 2016

3as SÉRIES - RECUPERAÇÃO DO PRIMEIRO BIMESTRE - AVALIAÇÃO - TERCEIRAS SÉRIES PARA A ATIVIDADE DE

AVALIAÇÃO DAS TERCEIRAS SÉRIES PARA A ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO DO PRIMEIRO BIMESTRE

ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO DO PRIMEIRO 

BIMESTRE - 2,0 NA  MÉDIA - ENTREGA DIA 31 

DE MARÇO - QUINTA-FEIRA 



NA SALA NUMERO 04 DE GEOGRAFIA 

FOLHA ALMAÇO SEM NECESSIDADE DE CAPA


USAR CANETA AZUL OU PRETA




FAZER A ATIVIDADE RESPEITANDO A ORDEM EM QUE SE ENCONTRAM AS QUESTÕES

RESPONDA E COMENTE SUA RESPOSTALOGO APÓS COPIAR A QUESTÃO


NÃO VOU ACEITAR QUE COPIEM TODAS PERGUNTAS E DEPOIS RESPONDAM


01. Sobre o conceito de regionalização e suas aplicações, descreva como se faz regionalização?

02. Os países subdesenvolvidos constituem a periferia do sistema capitalista internacional. Neles dominam grandes desigualdades sociais e forte exploração de mão-de-obra. A riqueza e os elevados padrões de vida do centro (países desenvolvidos) são em boa parte garantidos pela dependência e descapitalização da periferia. Comente o esta afirmando o texto?


03.  O mapa acima retrata a divisão do mundo em países do Norte e do Sul. Qual critério foi utilizado nessa regionalização?




04. Ainda com relação ao mapa Norte – Sul,

 avalie as afirmativas a seguir e comente 

apenas a alternativa que contenha 

afirmações que forem corretas.

I – É uma proposta de regionalização que buscou substituir a antiga divisão do mundo entre países de primeiro, segundo e terceiro mundo.
II – A proposta apresenta falhas, uma vez que países como a Coréia do Sul aparecem como uma nação do sul, ainda que este país apresente altos índices de desenvolvimento.
III – A proposta não considera aspectos especificamente cartográficos, pois a linha divisória não acompanha a linha do equador e a Austrália, que está no hemisfério sul, aparece como país do norte.
IV – É uma regionalização/ divisão isenta de críticas, pois reflete exatamente uma visão de mundo atualizada.

05. O espaço geográfico mundial no período da Guerra Fria (1945-1991) estava regionalizado em blocos de acordo com as condições socioeconômicas dos países integrantes e o sistema adotado por influência das superpotências. Desse nodo, como mundo estava regionalizado?


06.Durante o Imperialismo (1845 – 1945), a regionalização do espaço mundial agrupava os países de acordo com sua capacidade econômica e a influência política e militar que exerciam no cenário mundial. Desse modo, como mundo estava regionalizado?


07. Como é correto afirmar as características dos países do Norte desenvolvido?


08. Sobre a noção de “subdesenvolvimento” utilizada para caracterizar os países capitalistas do Terceiro Mundo, como é correto afirmar em que situação se encontram?
(características do subdesenvolvimento)


09. Em 2009 ocorreu o encontro de Copenhagen cuja finalidade era a de se estabelecer as metas para o controle das emissões de dióxido de carbono (previsto pelo Protocolo de Kyoto), no entanto, esse encontro, teve como seus antecessores, um final nada feliz, por que isso?


10.  Regionalizar significa dividir o espaço geográfico em regiões, grupos de países ou de lugares, levando-se em conta as diferenças (heterogeneidade) e semelhanças (homogeneidade), a ideia é levar a uma melhor compreensão dos aspectos naturais e humanos do mundo. Qual forma de regionalização NÃO indica uma regionalização que permita uma melhor compreensão do mundo?


2as SÉRIES - RECUPERAÇÃO DO PRIMEIRO BIMESTRE - AVALIAÇÃO - SEGUNDAS SÉRIES PARA A ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO DO PRIMEIRO BIMESTRE


AVALIAÇÃO DAS SEGUNDAS SÉRIES PARA A ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO DO PRIMEIRO BIMESTRE 

ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO DO PRIMEIRO 

BIMESTRE - 2,0 NA  MÉDIA - ENTREGA DIA 31 

DE MARÇO - QUINTA-FEIRA 



NA SALA NUMERO 04 DE GEOGRAFIA 

FOLHA ALMAÇO SEM NECESSIDADE DE CAPA


USAR CANETA AZUL OU PRETA


FAZER A ATIVIDADE RESPEITANDO A ORDEM EM QUE SE ENCONTRAM AS QUESTÕES

RESPONDA E COMENTE SUA RESPOSTALOGO APÓS COPIAR A QUESTÃO


NÃO VOU ACEITAR QUE COPIEM TODAS PERGUNTAS E DEPOIS RESPONDAM



01.  No gráfico a seguir, está especificado a produção brasileira de café, em toneladas; a área plantada, em hectares (ha); e o rendimento médio do plantio, em kg/ha, no período de 2001 a 2008.





Faça a analise dos dados mostrados no gráfico?


02.“No século XVII a Amazônia foi ocupada por diferentes grupos: pelas expedições militares (Forte em BELÉM 1616) com o objetivo de proteger os domínios portugueses dos invasores ingleses, holandeses e espanhóis; pelos sertanistas que comercializavam as chamadas “drogas do sertão”; pelas tropas de resgate em busca de mão de obra indígena e pelos missionários que visavam o aldeamento e catequização dos índios. Núcleos, fortificações e missões foram criadas ao longo dos rios da Amazônia (Tapajós, Xingu, Negro, Madeira etc).”
Para que todas estas ações contribuiram na colonização desta área?

ESTRATÉGIA DE COLONIZAÇÃO DA AMAZÔNIA



03. O mapa abaixo representa a divisão política do Brasil. nomeie os estados que estão representados pelos números 1, 2, 3, 4 e 5, respectivamente.




04.(Cesgranrio) A expansão da produção cafeeira no final do século XIX transformou o Sudeste na região mais dinâmica do desenvolvimento capitalista no Brasil. Quais são as ações que levaram esta região a tal desenvolvimento?


05.Os fatores principais que compõem a estrutura da economia açucareira no Brasil?


06. (Unicamp – 96) Examinando o mapa a seguir, decreva a relação entre a ocupação do território e as atividades econômicas respectivas do período colonial?
Respeitando a numeração, descreva o produto de cada área e sua importância na gênese geoeconômica.



07. "Quem me dera,  ao menos uma vez, provar que quem tem mais do que precisa ter quase sempre se convence que não tem o bastante e fala demais por não ter nada a dizer
(Índios - Legião Urbana)
O trecho faz referência a dinâmica de relação vivenciada pelo nativo com o colonizador, dessa relação o que é possível afirmar?


08. No processo de ocupação e organização do espaço geográfico da Região Sul do Brasil destaque as ações dos que alli viveram.

09. Quanto à formação do território brasileiro, o que podemos afirmar?



10. Quanto á organização espacial a partir do "ciclo" da mineração, como e quando aconteceu?



1as SÉRIES - RECUPERAÇÃO DO PRIMEIRO BIMESTRE - AVALIAÇÃO - PRIMEIRAS SÉRIES PARA A ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO DO PRIMEIRO BIMESTRE


AVALIAÇÃO DAS PRIMEIRAS SÉRIES PARA A ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO DO PRIMEIRO BIMESTRE 

ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO DO PRIMEIRO 

BIMESTRE - 2,0 NA  MÉDIA - ENTREGA DIA 31 

DE MARÇO - QUINTA-FEIRA 


NA SALA NUMERO 04 DE GEOGRAFIA 

FOLHA ALMAÇO SEM NECESSIDADE DE CAPA


USAR CANETA AZUL OU PRETA


FAZER A ATIVIDADE RESPEITANDO A ORDEM EM QUE SE ENCONTRAM AS QUESTÕES

RESPONDA E COMENTE SUA RESPOSTA LOGO APÓS COPIAR A QUESTÃO


NÃO VOU ACEITAR QUE COPIEM TODAS PERGUNTAS E DEPOIS RESPONDAM



01. A projeção mais utilizada nos dias de hoje, é a projeção criada por Mercator em 1569, quais são as características que corresponde a projeção de Mercator?


Resultado de imagem para projeção de mercator desenho


02. Quais dos elementos importantes que devem estar presentes em um mapa?



03. Quais são as características da PROJEÇÃO DE PETERS?


Resultado de imagem para projeção de peters

04.Como se chama a parte explicativa do mapa, que indica as cores, os significados dos símbolos e desenhos usados no mapa?


05.No que diz respeito a PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS, quais são as características importantes a serem observadas nas projeções cartográfica?


06.É a parte numérica do mapa, e trata-se de uma relação numérica, que indica quantas vezes o terreno foi reduzido proporcionalmente na folha do mapa. Do que se trata?


07.Uma das primeiras formas de orientação utilizada pelos seres humanos baseou-se na observação dos astros no céu. Qual desses astros foi utilizado como referência para determinar os pontos cardeais: Leste, oeste, norte e sul?


8. Qual aparelho de orientação usa uma rede de satélites artificiais que permite localizar precisamente um objeto em qualquer lugar da terra?


9. Qual é a forma mais adequada para representar o planeta terra de maneira de maneira mais fiel a sua a sua forma esférica?


10. Indica os pontos cardeais que são necessários para que o leitor tenha uma correta noção da posição relativa da área indicada no mapa. Do que se trata?